O passado dele é importante?

O passado dele é importante

O que é mais importante quando iniciamos uma nova relação afetiva: o presente e a perspectiva de um futuro feliz ao lado da pessoa amada ou seu passado amoroso com outras pessoas?

A princípio, sabemos que todos possuem bagagens próprias, adquiridas com as experiências em relacionamentos anteriores. Elas, de certo modo, nos ajudam a ter um pouco mais de maturidade para não cometer os mesmos erros de antes.

Mas qual é o motivo de muitas pessoas ainda se incomodarem com o histórico amoroso de seu atual parceiro a ponto de criar brigas e desentendimentos por algo que sequer faz parte do momento presente?

Um fator que sempre compromete o futuro do casal é o peso exagerado que uma das partes dá ao passado amoroso do parceiro. Sentir um pouco de ciúmes dos antigos romances de seu atual namorado, convenhamos, é natural.

Somente aqueles que possuem “sangue de barata” conseguem não se incomodar ao ouvir histórias de viagens ou situações importantes, contadas com forte carga de emoção, vividas por seu amado ao lado de outra pessoa. Mas a linha que separa o ciúme “natural” do “doentio” é tênue. E, muitas vezes, ela pode ser rompida por motivos bobos, colocando fim ao relacionamento.

Para evitar os grandes conflitos, há dicas que podem lhe ajudar a encarar este passado com maior naturalidade e ajudar a preservar sua atual relação sem deixar com que o passado seja o fantasma de seu presente.

Mas antes conheça alguns princípios básicos para a sua reconquista clicando aqui.

4 Dicas para saber se o passado dele é importante

  1. Valorize o histórico de seu namorado

Leve em consideração o fato de que todas as experiências que adquirimos ao longo de nossas vidas são importantes para nosso amadurecimento. E os antigos relacionamentos e aventuras de seu namorado são impossíveis de serem apagados de sua trajetória.

O ideal é extrair o lado positivo de cada fato e, desta maneira, utilizar eventuais aspectos negativos a favor de sua relação, evitando que as mesmas experiências ruins obtidas por seu parceiro sejam repetidas na vida de vocês dois.

  1. Seja uma pessoa compreensiva

Nem tudo o que fazemos é motivo de orgulho. Basta fazer uma breve viagem a seu próprio passado que prontamente se lembrará de algum ato cometido que você sente vergonha de ter protagonizado.

Com seu atual parceiro não é diferente. Caso ele tenha cometido algum deslize que você não aprove e que não seja recorrente em seu comportamento – com exceção dos fatos que possam comprometer a sua dignidade ou integridade física -, reconsidere a possibilidade de relevar a situação.

Se seu parceiro tem apresentado sinais de mudanças em seu modo de agir desde que passaram a se relacionar, é importante dar uma oportunidade para que ele manifeste seu novo lado.

  1. Mantenha a vigília, mas não feche o cerco

Se seu atual namorado tem fama de “infiel” ou “mulherengo”, antes de implicar com seu histórico, leve em consideração que ele te escolheu para ter um compromisso sério. Obviamente que você não deve baixar a guarda, mas também não precisa se tornar um cão farejador e investigar cada passo de seu parceiro. Leve em consideração a famosa frase “a liberdade é o que nos prende”.

  1. Evite que o passado de seu namorado volte à tona

Ciente do histórico de seu parceiro e dos motivos que o fizeram terminar seus antigos relacionamentos, não torne sua vida amorosa em um jogo de repetição. Ciúmes, possessão, excesso de controle, brigas constantes e outros motivos costumam ser os principais motivos para os términos. Tente ser diferente e aproveite ao máximo seu companheiro para que você seja inesquecível.

Siga os passos acima e reflita sobre o que sente a respeito desse amor. Se você ainda se sente perdida, faça o teste da reconquista e descubra se está pronto para retomar a história do casal.

Mais sobre o assunto:

-Como reconquistar seu marido

-Como reconquistar um ex namorado

-Como reconquistar um homem em 10 dias


Artigos relacionados:

Deixe um Comentário